quinta-feira, 5 de abril de 2018

Aquário de Ubatuba recebe certificado de Bem-Estar animal emitido pela Associação dos Zoológicos e Aquários do Brasil (AZAB) em parceria com a Wild Welfare Worldwide

A instituição foi a primeira no Brasil a ser visitada pela equipe da Wild Welfare Wordwide e receberá o certificado durante o 42º Congresso da AZAB
                      
O Aquário de Ubatuba realiza um grande trabalho de educação ambiental, de pesquisa e conservação das espécies. É justamente por isso, que foi reconhecido pela Associação dos Zoológicos e Aquários do Brasil (AZAB), em parceria com a Wild Welfare Worldwide (uma das mais respeitadas instituições que visam o bem-estar animal no mundo), para receber o certificado de Bem-Estar animal emitido por essas duas grandes instituições.
O trabalho sério dos Aquários vêm tomando espaço significativo no cenário de zoológicos e aquários do país. A SZB (Sociedade de Zoológicos do Brasil) passou a se chamar Associação dos Zoológicos e Aquários do Brasil (AZAB). “Com seriedade e dedicação, os aquários estão mostrando seu importante papel transformador, proporcionando oportunidades educacionais de aprendizado sobre conservação, bem-estar animal e seus hábitos naturais”, ressalta Hugo Gallo Neto, diretor do Aquário de Ubatuba.
A entrega do certificado será feita sábado, 07, no último dia do 42º congresso da AZAB, que tem início nesta quarta-feira, 04, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília/DF. Além da instituição do litoral norte, o Aquário Marinho do Rio de Janeiro também receberá o certificado no evento. O congresso tem como tema: “Zoos e Aquários: E se formos um só? Manejo integrado pela conservação” e reúne profissionais, estudantes, instituições e órgãos competentes não apenas do Brasil, mas de todo o mundo, mobilizando essa necessária mudança de paradigma no país.
O Aquário de Ubatuba está sendo representado pelo colaborador da instituição e da Terramare, Luis Henrique de Almeida, que receberá o certificado da Wild Welfare Worldwide. “Esse certificado é um atestado da Associação dos Zoológicos e Aquários do Brasil juntamente com a Wild Welfare Worldwide de que o empreendimento tem bons padrões de bem estar animal e está de acordo com as normas exigidas”, complementa Cláudio Hermes Maas, diretor da AZAB.

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Depois dos 30: Viver uma experiência em outro país é essencial para se manter no mercado de trabalho
A necessidade de se manter no mercado de trabalho e o desejo de viver uma experiência internacional, fizeram com que a procura por intercâmbios na faixa etária entre 30 a 50 crescesse em 38% nos últimos 2 anos. Os programas mais solicitados por esse público, são os de curso de idiomas e os de especialização na área profissional.

Os dados foram levantados pela IE Intercâmbio e, segundo a análise, os fatores que motivam esse crescimento é referente às exigências das empresas para que o funcionário seja fluente em um segundo idioma. A atual situação econômica e financeira do Brasil também contribui para uma experiência fora do país.

Volta por cima

Após o gerente de recursos humanos, João Alexandre de 51, ficar desempregado, resolveu dar a volta por cima fazendo um intercâmbio de 1 mês, em Toronto no Canadá. “As pessoas ficavam assustadas quando viam um cara de 50 anos em sala de aula. Mas, eu estava lá para aprimorar o meu inglês e realizar um sonho da adolescência”, relembrou.

De acordo com o director da IE e especialista em intercâmbios Marcelo Melo, o Canadá, Estados Unidos, Reino Unido, Nova Zelândia e Irlanda, na sequência, figuram os destinos prediletos dos brasileiros para viver uma imersão cultural. Seja pelo custo benefício  ou pela qualidade de vida que o país proporciona.

“As pessoas nessa idade entendem que investir na imersão cultural é muito importante para a vida delas. Ou, até mesmo conseguir um reconhecimento melhor na área em que atua dentro do mercado de trabalho. Por isso, muitos desses intercambistas, optam por cursos focados na carreira”, explicou.





Sobre a IE intercâmbio
A IE é uma das maiores redes de intercâmbio cultural do Brasil, com agências de norte a sul do país. Especialista em intercâmbio de estudo, trabalho ou universidades no exterior é uma das empresas mais reconhecidas e tradicionais do segmento. Para estudar no exterior, fazer high school, viajar nas férias ou ter uma experiência de trabalho, a IE oferece intercâmbios para todas as idades. Acesse o site Oficial: www.ie.com.br
Redes Sociais IE intercâmbio
Oito hábitos que comprometem a saúde do coração

Especialista conta quais mudanças devem ser feitas para evitar o risco de morte por doenças cardiovasculares

            Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 300 mil pessoas morrem, por ano, no Brasil por causa de doenças cardiovasculares, isso corresponde a uma morte a cada dois minutos. Entre as ocorrências mais comuns estão o Acidente Vascular cerebral (AVC) e o infarto, porém alguns hábitos e o estilo de vida podem agravar o problema e piorar a saúde do coração.

O cirurgião cardíaco de São Paulo, Dr. Marcelo Sobral, lista abaixo sete atitudes que, se não controladas e tratadas, podem ser fatais para a saúde cardiovascular:

1- Consumo elevado de sal  O seu consumo em excesso pode levar a diversas complicações do sistema cardiovascular, entre eles, a hipertensão.  A doença é caracterizada quando a pressão arterial é superior a 14 por 9, por isso, é preciso ingerir apenas o necessário, que segundo orientação da OMS é de 5 gramas de sal por dia.

2- Não dormir o suficiente – É essencial para o nosso organismo dormir entre 7 e 8 horas por dia. Quando não descansamos a quantidade certa de tempo, causamos um desequilíbrio hormonal, que afeta diretamente o coração, aumentando o risco de derrame, infarto e insuficiência cardíaca.

3- Roncar - Quando estamos nessa condição significa que algo está errado em nosso corpo e na respiração. Um dos sinais pode ser a apneia do sono, que acontece quando a respiração é interrompida durante a noite. Pessoas obesas ou com sobrepeso desenvolvem com mais frequência esse problema, porém, todos devem ficar atentos.

4- Ficar horas na mesma posição e não praticar exercícios – A vida sedentária é um dos problemas mais comuns e que afeta diretamente o corpo humano. Além de prejudicar a circulação sanguínea, pode aumentar os níveis de gorduras e açúcares no sangue e, consequentemente, elevar o risco de ataques cardíacos e AVCs (acidentes vasculares cerebrais). 
5- Consumir alimentos industrializados – Por mais rápido que seja o preparo desse tipo de alimento, está entre os maiores inimigos para o coração pelo fato de conter muito sódio e poucos ou nenhum nutriente. Isso aumenta o risco de desenvolver hipertensão. Além de outros problemas de saúde, como o colesterol ruim, pois esses alimentos são ricos em gordura.

6- Preferir bebidas light – O consumo desse tipo de bebida engana muitas pessoas, pois além de possuir um nível maior de sódio aumenta a circunferência abdominal em até 70% dos casos. “A medida da circunferência não deve ultrapassar 80 cm nas mulheres e 94 cm nos homens. Aqueles que apresentam medidas superiores a estas podem ter mais riscos de desenvolverem doenças cardiovasculares”, explica o especialista.

7- Fazer dieta e ingerir remédios sem acompanhamento médico – Dois hábitos muito comuns entre os brasileiros e que provocam doenças cardiovasculares muito perigosas como taquicardíaca e hipertensão. Além disso, restringir a alimentação ao fazer dietas “milagrosas” é um perigo para sua saúde, isso porque a falta de alguns nutrientes e vitaminas sobrecarrega o coração.

8- Estresse e ansiedade – Esses problemas atingem igualmente homens e mulheres, mesmo que de uma forma diferente. Pessoas com transtorno de ansiedade, por exemplo, apresentam um risco 30% maior de ter uma doença cardiovascular. “Procurar formas de relaxar a mente e o corpo ajudam no combate dessas doenças, que podem provocar desde o aumento da pressão arterial até um ataque cardíaco, decorrentes da tensão emocional”, ressalta Marcelo Sobral.

“Muitos fatores influenciam na sua saúde e, por isso, é preciso estar atento as ações que podem aumentar as complicações, principalmente se não há tratamento ou controle. Algumas atitudes, além de deixar o coração menos saudável, podem desenvolver doenças mais graves e muitas vezes silenciosas. Ter uma vida saudável, com uma combinação de uma alimentação equilibrada, além da prática de esportes são as melhores formas de combater as doenças”, finaliza Sobral.

segunda-feira, 26 de março de 2018

12 orientações para economizar na Páscoa

Faltando aproximadamente uma semana para a Páscoa, 1º de abril, é importante se programar, conforme sinaliza o presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos. "Nesta época, muitos agem por impulso e prejudicam suas finanças ao longo de todo o ano. É preciso planejamento e consciência”, orienta.
Pensando nisso são muitas as ações que levam a economia, desde as mais simples até algumas mais criativas. Abaixo Reinaldo Domingos listou algumas dessas ações em relação a compra de ovos e para a ceia.

Orientações para economizar com ovos de Páscoa:

1- Compare
Observe quanto custa uma barra de chocolate e um ovo de Páscoa, ambos da mesma marca, avaliando a quantidade de produto que vem em cada um. A diferença, dependendo do caso, pode superar 400%, o que é uma quantia significativa até mesmo na compra de apenas uma unidade, quanto mais na compra de vários. 
2- Pense
Agir por impulso é algo que pode levar ao comprometimento das finanças, portanto reflita sobre a importância de comprar algo caro, perecível e que representa apenas uma única data do ano. Caso a intenção seja comprar e presentar toda a família, procure ser consciente e buscar alternativas mais econômicas. 
3- Priorize
Por mais que haja vontade de presentear a todos, priorize as pessoas mais próximas e que dão mais valor aos doces – afinal, não são todos. O acúmulo de chocolates pode gerar desperdício, não apenas de dinheiro, mas também de alimentos. Considere priorizar as crianças, que criam mais expectativas em relação a data. 
4- Negocie
Se desejar comprar itens de marcas específicas tendo dinheiro para isso, ótimo. Mas lembre-se que é sempre válido negociar, especialmente se for pagar à vista e comprar em grandes quantidades. Pesquise preços em diversos estabelecimentos, opte pelo que oferecer menores valores e melhores condições de pagamento e peça desconto. 
5- Substitua
Considere trocar os ovos de marca por caseiros, que também possuem boa qualidade e não carregam o “status” da marca, que tanto encarece o produto. Muitas pessoas se dedicam à produção de chocolates caseiros na Páscoa, portanto aproveite a oportunidade para economizar e valorizar o trabalho de seus conhecidos. 
6- Simplifique
É possível fazer algo coletivo também, por exemplo, uma cesta com chocolates para pessoas que moram na mesma casa. Sairá bem mais em conta. É importante lembrar que chocolate em demasia não faz bem para a saúde, portanto evite o consumo exacerbado. Lembre-se, o sentido da Páscoa é algo bem mais complexo e espiritual. 

Orientações para economizar na ceia de Páscoa:

7- Não tenha pressa
O movimento no comércio pode ser grande nos dias que antecedem a Páscoa, portanto vá às compras com paciência e tranquilidade, pois a pressa para ir embora pode te levar a pagar mais caro;
8- Seja consciente
Verifique o número de pessoas e controle para que a “mesa farta” não vire um festival de sobras e desperdício;
9- Saiba onde comprar
Para ter itens mais frescos e baratos, vá a feiras livres de seu bairro. Para comprar itens em grande quantidade, como carnes e bebidas, vá a mercados atacadistas e aproveite as promoções;
10- Faça boas escolhas
Troque alimentos e bebidas caros e importados por itens nacionais e mais baratos, sem perder no sabor ou na qualidade;
11- Compartilhe
Divida as despesas entre  familiares e amigos para que os anfitriões não precisem arcar com tudo sozinhos. Cada um pode levar um prato ou uma bebida – além de ficar leve para o bolso, aumenta a diversidade de pratos saborosos na refeição;
12- Pague à vista
Evite pagar alimentos e bebidas no cartão de crédito ou fazendo parcelamentos.

quinta-feira, 22 de março de 2018

Síndrome de Down: saiba tudo sobre a condição que acomete 1 a cada 500 partos


Saiba mais sobre a gravidez, os primeiros cuidados e o desenvolvimento de uma criança com essa condição

O dia 21 de março foi escolhido para ser o Dia Internacional da Síndrome de Down. A data que celebra a trissomia do cromossomo 21 é mais uma forma de chamar atenção à condição.

As pessoas comuns possuem 22 pares de cromossomos e dois cromossomos sexuais (XX ou XY), sendo uma metade recebida da mãe e a outra parcela do pai. Por uma falha na divisão celular, às vezes o óvulo possui um cromossomo 21 a mais, resultando três cópias do cromossomo 21 (trissomia) no bebê, ao invés de duas. A condição afeta 1 em 500 gestações.

A presença da trissomia pode ter diferentes manifestações entre os casos, mas uma característica comum a todos esses indivíduos é a ocorrência de dificuldade para o aprendizado (déficit intelectual). Em 50% dos casos, há malformações cardíacas e, em uma proporção ainda menor, no trato digestivo, que fica entre 10 e 15% dos casos. Porém são problemas que podem ser perfeitamente corrigidos com cirurgia.

O diagnóstico pode acontecer durante o pré-natal ou logo após o parto. A síndrome nem sempre é descoberta durante o pré-natal. Mas mais de dois terços dos bebês apresentam sinais no exame de ultrassonografia morfológica de primeiro trimestre, que é realizado na 12ª semana de gestação.

Após os testes de rastreamento apontarem alguma suspeita, os especialistas podem sugerir a realização da amniocentese, que consiste em retirar um pouquinho do líquido amniótico, a “água” em que o bebê está nadando. O Dr. Eduardo Augusto Brosco Fama, ginecologista e obstetra especialista em medicina fetal do Hospital e Maternidade Brasil, explica que nem sempre as mães querem realizar esse procedimento. “Ele envolve um risco em torno de 0,2% de perda da gestação, pois envolvem a inserção de uma agulhinha na barriga. Porém, o mais importante é que as parturientes entendam que o risco é muito menor quando realizado em um ambiente hospitalar de qualidade e de referência em medicina fetal, oferecendo toda a segurança à parturiente e ao feto” orienta o especialista. 

Dr. Eduardo explica ainda que as mamães precisam seguir todas as orientações dadas pela equipe multidisciplinar logo após a descoberta, pois isso pode tornar todo o processo mais simplificado. “Toda essa preparação traz resultados positivos para a melhora e nos próximos passos na vida do bebê”, observa Fama.

É importante ressaltar que as crianças com essa condição são capazes de aprender, expressar opiniões, emoções, trabalhar e namorar. A estimulação feita pela família com apoio de uma equipe multidisciplinar é fundamental para o desenvolvimento. Os bebês com essa condição demoram mais para sentar, falar e andar, por exemplo. O aprendizado vai depender do estímulo, da persistência e do cuidado.

Conheça o Facebook do Hospital e Maternidade Brasil: https://www.facebook.com/hospitalbrasil/?fref=ts

segunda-feira, 19 de março de 2018

10 passos para juntar dinheiro

Marcelo Luís
Uma das maiores dificuldades do brasileiro é juntar dinheiro todos os meses. Na maioria das vezes, isto se deve mais à falta de educação financeira do que propriamente pela incapacidade de poupar causada pela falta de grana. 
Segundo especialistas em finanças, basta ter um pouco de organização e bastante disciplina para começar a fazer um pé de meia todo mês.
“Tem gente que ganha pouco e ainda assim consegue juntar dinheiro. Isso não é desculpa. O problema é que muitos querem gastar mais do que podem. É difícil abrir mão disso quando se está acostumado”, avalia o administrador financeiro Marcio Colmenero.
De acordo com ele, o primeiro passo é saber detalhadamente para onde o dinheiro está indo. 
“A pessoa deve colocar no papel todos os seus gastos. Se comprar uma coxinha e um refrigerante no bar da esquina, anota também. Faça isso durante um mês. Depois, analise todos os gastos e veja o que dá pra cortar. Geralmente, entre 15% e 20% dos gastos poderiam ser evitados. Aí, a partir do segundo mês, separe esta parcela do salário e bote no banco. Encare isso como uma prestação”.
Um levantamento feito recentemente pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) revelou que 45% dos entrevistados tinham como meta para 2018 guardar dinheiro. Se você também faz parte desse time, veja ao lado dez dicas de especialistas selecionadas pela Reportagem. Boa sorte!

Passo 1
Coloque na ponta do lápis todos os seus gastos, desde as despesas fixas, como contas de luz, água e compras do mês, até o cafezinho que você toma na padaria todos os dias. Saber exatamente para onde está indo o seu dinheiro ao longo do mês é o primeiro passo para controlar as finanças.

Passo 2
Corte os gastos que você julgar desnecessários, como compras por impulso, diversão etc. Para a vida não ficar muito chata, reserve uma parte do seu salário para o lazer e opte por programas que não sejam tão caros.

Passo 3
Se está endividado, procure negociar com o credor e quitar as pendências. Faça de tudo para não cair novamente em prestações ou financiamentos com longo prazo de quitação.

Passo 4
O maior desperdício de dinheiro acontece justamente nas despesas menores. É uma grana que desce pelo ralo sem que a pessoa se dê conta. São as moedas que ficam esquecidas no fundo da bolsa, o cafezinho ou a cervejinha de todos os dias etc. Economize esta grana e veja quanto dá no fim do mês. Você ficará surpreso.

Passo 5
Reduza as despesas com alimentação na rua. Comer fora é caro. Se o seu trabalho permitir, leve marmita. Comprar os alimentos no supermercado e preparar em casa representa uma economia de aproximadamente 50%.

Passo 6
Pesquise muito antes de comprar. Toda economia alcançada é um dinheiro a mais que deixa de sair do bolso. Não tenha vergonha de pedir descontos se for pagar à vista. Valorize a sua grana.

Passo 7
Veja se os serviços contratados por você realmente atendem o seu perfil. Tem gente que assina o pacote mais caro de TV e não assiste nem 10% dos canais. Fique atento também às tarifas bancárias. Você pode estar incluído num pacote de serviços que jamais utiliza. Vá ao banco e veja com seu gerente. Procure adequar os seus gastos de acordo com suas reais necessidades.

Passo 8
Evite desperdícios em casa. Controle melhor o consumo de água e energia. Além de contribuir com o planeta, você vai fazer um bem danado às suas finanças. Não tome banhos demorados, desligue aparelhos elétricos da tomada e não deixe a luz acesa sem necessidade.

Passo 9
Se tiver filhos, evite sair com eles na hora das compras no supermercado. Faça previamente uma lista com os produtos necessários. Esse cuidado evita aquisições por impulso e desnecessárias. 

Passo 10
Comece a poupar. Faça uma reserva financeira. Se você seguir à risca os passos anteriores, verá que vai começar a sobrar um dinheirinho no fim do mês. Se puder, estabeleça metas para guardar dinheiro (exemplo: 20% do salário).

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

REUNIÃO DOS MAIORES NOMES DO BISTURI


Os reis do bisturi consagrados em diferentes partes do mundo se encontrarão em São Paulo para a XIX edição do Simpósio Internacional de Cirurgia Plástica, que acontece de 16 a 18 de março, no Sheraton WTC São Paulo Hotel.

O hotel se prepara para receber a comitiva internacional com médicos de 7 países diferentes,  além de convidados nacionais de todo o canto do Brasil. Maior evento de cirurgia plástica estética  da América Latina, o simpósio é coordenado pelos cirurgiões, Carlos Oscar Uebel, Ewaldo Bolivar de Souza Pinto e Antonio Graziosi.

São esperados mais de 1000 cirurgiões plásticos de todo o mundo durante os 3 dias de evento. Cirurgias ao vivo serão transmitidas. Novas técnicas para rejuvenescimento facial e de pescoço, lifting de lábios, implante capilar e de barba, procedimentos inovadores e utilizados em todo o mundo na melhora do contorno corporal, técnicas para levantamento de sobrancelhas e até uma nova técnica na cirurgia transexual enriquecem a  programação científica do evento.

Confira o time de internacionais:
Representando a Alemanha,  Dr. Wolfgang Funk, professor da Academia Facial de Cirurgia Plástica e Estética, da Universidade Witten-Herdeck e também da Universidade de Greifsward, na área de estética e laser. A Argentina virá com um time de peso: Dr. Fernando Felice, Dr. Javier Cucchiaro, Dr. Jorge Herrera e Dr. Luis Heredia. A Áustria enviará 3 de seus maiores nomes: Dr. Markus Handle, Dr. Hannes Traxler e Dr. Nobert Fock- os dois últimos são os organizadores do inédito Curso de Cadáveres Frescos. Pelo grupo americano Dra. Alexandra Condé-Green, pesquisadora e grande entusiasta dos tratamentos utilizando células tronco, Dr. James Newman e Renato Saltz, referência e um dos pioneiros em cirurgia endoscópica nos EUA. O francês Daniel Labbé também é presença confirmada. O presidente da Sociedade Italiana de Cirurgia Plástica e Estética, Dr. Giovanni Botti prestigiará o evento ao lado do Dr. Mario Pelle Ceravolo e Dr. Vicenzo Colabianchi, também cirurgiões italianos. Portugal estará muito bem representado pelo Dr. Francisco de Melo, um dos mais respeitados nomes da cirurgia reconstrutiva e estética em Portugal e nos Emirados Árabes.

Serviço:
De 16 a 18 de março de 2018
Sheraton WTC Hotel – Avenida das Nações Unidas, 12559 – Brooklin – São Paulo
End. Av. República do Líbano, 1873 – Moema – São Paulo/SP